31 de out de 2008

Midia social a serviço da genealogia

Bem, como não sabia nada sobre minha família, usei muito as redes sociais.

Comecei pelo Orkut, digitando meu sobrenome no campo de busca e mandando uma mensagem para as pessoas com o mesmo sobrenome sobre quem elas eram, etc. Embora alguns não tenham me respondido até hoje, outros foram bem interessantes, e estamos conversando sobre o processo.
O problema é que no orkut só tem brasileiro. Então é preciso usar outras redes para tentar descobrir pessoas de outros lugares. Da Alemanha por exemplo. Ah, tem um detalhe, meu sobrenome não é muito comum, então fica mais fácil, aparecem só 1/2 dúzia de perfis com o mesmo sobrenome. Agora se seu sobrenome é Schneideer, isso será um pouco inviável.

Bem, também entrei no Facebook, é uma rede social tipo orkut, mas não tão difundida no Brasil e muito usada em outros países. Assim consegui encontrar pessoas com o mesmo sobrenome que o meu no Canadá, na Alemanha e nos Estados Unidos. Foi bem interessante, troco várias mensagens com essas pessoas.
Há inclusive bastante pessoas com o meu sobrenome na Rússia, foram imigrantes que saíram da Alemanha e foram para lá. Até especulei que meu bisavô queria fugir para a Rússia também, mas embarcou no navio errado... mas é só imaginação, não sei nada a respeito.

Com algumas pessoas ainda converso e várias foram bem acessíveis, me deram algumas informações e contatos. Outras, como eu, não sabiam nada.

Bem, por enquanto foram só essas as redes que entrei que são úteis para se descobrir pessoas ou parentes de longe. Qualquer outra fonte posto aqui.

Obs: Não esqueça de falar em Inglês, se não você vai receber uma tremenda Interrogação como resposta? HEIN????
Ah, entrei em contato com uam pessoa em Inglês, dizendo que eu era brasileira e ela me respondeu em espanhol :) Tem isso também...mas é bem engraçado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário